domingo, 28 de junho de 2015

Desbravando a cidade histórica de Tiradentes


      Visitamos a cidade histórica de Tiradentes-MG no dia 16 de setembro de 2012. Na época, escrevi um texto para o Jornal Planeta Legionis contando um pouco das atrações e lugares que visitamos naquele agradável município que respira arte e cultura...decidi compartilhar com vocês aqui no Blog!

    Chegamos em Tiradentes por volta de 8h da manhã e desfrutamos de um dia ensolarado, repleto de atrações. Destaque às ruas de paralelepípedo com seus becos e vielas, os monumentos presentes em todo o Centro Histórico em especial Igrejas e Museus.

     Considerada a mais espetacular construção de Tiradentes, a Matriz de Santo Antônio é um dos principais monumentos do Barroco de Minas Gerais. Ao visitarmos esta pérola arquitetônica nos emocionamos com a riqueza dos detalhes de seu interior e principalmente com a belíssima canção emitida pelo famoso “Órgão da Matriz”. Instrumento do século XVIII composto por uma série de tubos afinados que são acionados por um teclado manual e encanta os turistas. 


     De lá nos dirigimos ao “Museu da Liturgia”. Arrebatador! Mais de 400 peças sacras entre pinturas, esculturas, paramentos, imagens e objetos religiosos que nos levam a reflexão sobre a presença do sagrado no cotidiano. Menção honrosa a sala multimídia com os “Gestos Litúrgicos” e a excepcional trilha sonora do ambiente. 

       Após o almoço [deliciosa e típica comida mineira], uma pitada de aventura na caminhada pelo Bosque Mãe D’Água. Encerramos a tarde visitando o comércio local [artesanato forte e com coisas bem interessantes] e exposições espalhadas em diversos casarões do município.

     Como já havíamos visitado São João Del Rei em outra oportunidade, inclusive andado de Maria Fumaça entre as duas cidades, decidimos não incluir este programa em nosso roteiro, mas pra quem nunca fez, vale a pena....É um passeio bem agradável e as paisagens são deslumbrantes....

       Leia também: Uma Mina de Ouro na antiga Vila Rica

                               Um giro por Sabará


Nenhum comentário: