quarta-feira, 29 de julho de 2015

Nosso Encontro com o Prior de Taizé



       Quando estivemos em Taizé, França [agosto de 2011], tivemos a oportunidade de conversar com o Prior da comunidade, Irmão Alois. Na ocasião, éramos o único grupo de brasileiros entre cinco mil jovens de diversos países e continentes. Contamos um pouco de nossa história, a realidade de nossa Diocese e o que estávamos achando da experiência na colina. O encontro foi extremamente agradável mas, não conseguimos registrar aquele momento. Já que haviam muitos peregrinos ao redor e se um grupo recebesse o privilégio de tirar uma fotografia, todos os outros iriam querer... 

      Retornamos ao Brasil, acabamos nos esquecendo do episódio, muito tempo se passou e lá estávamos nós de novo em uma Jornada Mundial da Juventude. Descobrimos que os irmãos de Taizé fariam uma oração na famosa Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro, no dia 24 de julho de 2013. Chovia muito naquela quarta-feira memorável, mesmo assim, colocamos nossas capas e enfrentamos o mau tempo para vivenciarmos mais uma vez um pouquinho daquela experiência ímpar em nossas vidas. 

       Chegando lá, esperamos o encontro das 16h acabar para nos acomodar na Igreja.  Os peregrinos remanescentes de Madrid [Tatiana, Catarina, Dodô e Matheus] aproveitaram a brecha em que os irmãos de Taizé foram para a sacristia durante o intervalo de um encontro para o outro e decidiram tentar a sorte. Quem sabe daria para tirar a não concretizada foto ou até mesmo conversar com alguns deles. 

     Ao entrarmos no local, encontramos quem nós mais queríamos! O prior da comunidade, Irmão Alois [centro da foto], acompanhado do Irmão Hector, um português que nos acolheu muito bem em Taizé. Conversamos por breves instantes sobre a experiência de 2011 e tiramos a tão sonhada foto. Vitória da persistência...por isso resolvi colocar esse texto no Blog, foi muito legal....

       Se sentindo extremamente realizados, voltamos aos nosso lugares e às 18h teve início a oração. Ouvimos os primeiros mantras suaves, seguido das leituras bíblicas, do silêncio e o emocionante momento da cruz. Lindo, simples e revigorante. Quantas lembranças afloraram em nossa mente. Saímos em paz de lá. Foi uma grande noite de espiritualidade para compensar o ritmo alucinante e desafiador da jornada que acontecia em terras cariocas...

Confira um vídeo especial



       Leia também: Uma Experiência em Taizé

                              JMJ Rio 2013, em busca da Areia Prometida

Nenhum comentário: