sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Como me tornei fã de Silvio Santos

     
        Quase todo mundo tem um ídolo. Geralmente alguém famoso que nos inspira e admiramos seu trabalho. Silvio Santos ocupa este lugar em minha vida, digamos assim, desde que me entendo por gente. Não que eu não aprecie o trabalho de outros profissionais de sucesso ou não reconheça grandes talentos, nada disso, apenas que, para mim, SS está no topo e é o número um. E é justamente esse o intuito deste texto, tentar explicar para vocês como tudo começou e foi crescendo ao longo dos anos. 

Assista o vídeo sobre o dia em que conheci Silvio Santos


       Minhas primeiras lembranças vêm da infância, quando passava os domingos na casa da minha Vó Maria e assistíamos juntos os melhores programas...Nos divertíamos com as brincadeiras do “Hot, Hot, Hot”, tentávamos acertar as perguntas do “Tentação”, achávamos divertido os casais nos “bailinhos” do “Em Nome do Amor” [menção honrosa aos lendários binóculos], sonhávamos pegar uns aviõezinhos do “Topa Tudo por Dinheiro” [fazíamos até planos de onde gastaríamos a grana], quebrávamos a cabeça para matar as charadas do “Qual é a Música?”, torcíamos pelos artistas no “Troféu Imprensa” e pelos anônimos no peão do Baú da Felicidade no "Festival da Casa Própria", até uma cartinha para a “Porta da Esperança” eu escrevi [pedindo uma câmera e um vídeo cassete para gravar meus próprios programas haha] só que infelizmente nunca fui chamado...

      Na adolescência, meus primos colavam pôsteres de bandas de rock em seus quartos, viviam compartilhando histórias dos cantores, das músicas e eu nunca me interessei. Às vezes me surpreendia cantando: “Agora é hora, de alegria, vamos sorrir e cantar, do mundo não se leva nada...”, ou ainda “Ritmo de festa que balança o coração, festa divertida, colorida de emoção, dia de alegria então sorria e vem pra cá, a festa continua a casa é sua pode entrar”, isso sem contar as marchinhas como “A pipa do vovô não sobe mais” (risos) e muitas outras... Ficou claro desde então, que para mim, Silvio seria meu único ídolo, mesmo nunca tendo colado um pôster dele no meu quarto [fiquei tentado algumas vezes confesso] mas sempre colecionei revistas [foto que ilustra a matéria], recortes de jornal, etc. 

      Certo dia, meu pai me deu um dinheiro e eu decidi comprar “A Fantástica História de Silvio Santos”, de Arlindo Silva. Já dá pra imaginar a minha euforia e que conhecendo melhor a sua biografia, desde os tempos difíceis de camelô, passando pelo Rádio, TV Globo e depois a conquista de sua própria emissora, minha admiração cresceu exponencialmente e se estendeu também para o ser humano admirável que SS é. 
        Ganhei o livro em 2001, mesmo ano em que o empresário foi manchete várias vezes, seja com a homenagem no desfile da Escola de Samba Tradição, com o sequestro de sua filha Patrícia Abravanel e dias depois com o seu próprio sequestro, em que foi mantido refém durante horas em sua mansão [transmitido ao vivo por todas emissoras], e o estouro do reality show “Casa dos Artistas”, ficando praticamente dois meses em primeiro lugar de audiência. Impossível não vibrar junto com tantos feitos! 

      De lá pra cá, vieram outras atrações marcantes como Teleton, Show do Milhão, Family Feud, Roda a Roda, Um Milhão na Mesa e o atual Programa Silvio Santos, com as bem boladas Câmeras Escondidas e o sensacional "Jogo dos Pontinhos"...Independente do formato ou conteúdo, sempre assisti todos por conta do apresentador, pois pra mim, ele sempre foi a maior e melhor atração. Não é a toa que muitos críticos especializados o consideram o maior ícone da televisão brasileira de todos os tempos.
    Ao ingressar na faculdade de Jornalismo, já estava certo de que minha monografia seria sobre Senor Abravanel. E não deu outra, redigi em 40 páginas “A Relação de Silvio Santos com a Identidade Cultural na Pós Modernidade”, sob orientação do Prof. Dr. Romilson Marco dos Santos, tirei nota máxima e fui elogiado pela banca! Mais recentemente, um dos meus hobbies favoritos é procurar na internet vídeos de programas antigos e momentos marcantes de sua carreira, para ampliar meu repertório sobre este artista.

      Enfim, teria muito mais para falar, já deu para notar o meu entusiasmo (risos). Espero de verdade que Silvio possa continuar alegrando nossos domingos por muito tempo...Saúde e vida longa é o que desejamos à personalidade mais querida do Brasil.   
   

Confira o vídeo especial sobre Silvio Santos



Confira detalhes da Exposição Silvio Santos vem ai!

        Assista também a parte 2 do vídeo



 Leia também:  Fã de Silvio Santos até no aniversário

                                       O dia em que conheci Silvio Santos

22 comentários:

vinicius barros oliveira disse...

Matheus parabéns História maravilhosa , Silvio Santos tem uma vida fantástica ,quem sabe um dia você conhece seu ídolo .👏

Matheus Pissolatti disse...

Opa...vlw Vinicius, obrigado....hehee que os anjos digam amém ne...ahhaa obrigado por ter lido

Marystella Moura disse...

Nossa que bacana! Lembrei de todas as musicas aqui e li cantando kkkkk Realmente Silvio Santos marcou muitas vidas com seu referencial de vida e de identidade. E tenho certeza que ele é admirado por muitas pessoas e mesmo com o passar de gerações ele continuará sendo esse referencial de fé, conquista, vitória e coragem não somente para o SBT mas para o mundo, um homem que lutou para conquistar o que queria,e continua a lutar, um exemplo de homem de fibra, que sabe o que quer e sempre corre atras para conquistar.

Matheus Pissolatti disse...

Na hora que redigi o texto também cantei Marystella...hahhaa, só li verdades no seu comentário e concordo com tudo...obrigado por ler o Blog...abraço...Sim SS é um grande referencial para todos nós...

L Biancasteli disse...

Gostei tanto deste texto que já é 3º vez que leio... Parabéns!

Matheus Pissolatti disse...

hahaa isso mesmo...quanto mais ler melhor...obrigado por conferir o Blog Larissa....

Cassiano Figueiredo dos Santos disse...

Aah entao ta explicado a fonte sobre a busca por documentários e descrições. Cara, conseguir conciliar o que gosta com o crescimento profissional, usando-o em uma monografia, foi sensacional. Parabéns Matheus!

Matheus Pissolatti disse...

ahhaa matou a charada agora Cassiano...Sim, foi muito bacana a experiência de escrever sobre algo que se gosta muito....obrigado

Igor Victor Souza Masson disse...

Sou fã dele também, aprendi a assistir com a minha avó, assisto o programa todos os domingos. Sou fã também da filha dele, a Patrícia, ela é tão simpática e alto astral como o pai.

Matheus Pissolatti disse...

Isso ai Igor....O SS é o melhor mesmo...a gente se diverte muito...obrigado por ter lido a matéria....obrigado...Sim ela está trilhando um excelente caminho...filha de peixe, peixinho é ne...hahah

Regiane Xavier disse...

Texto maravilhoso e gostoso de ler Matheus! Me fez recordar das tardes de domingo, que assistia com meu avô, Antônio Jacomelli. Muita torcida e risadas... De suas marchinhas de Carnaval, em que minha mãe me levava ao Matinê. Era muito gostoso! É prazeroso o que temos à recordar e ainda continua tão vivo e presente em nossa memória. Penso, quando mais jovem, ele tinha os mesmos trejeitos seus. (risos) Grata por me fazer reviver tão boas recordações. Sucesso, confio em seu potencial! Deus o abençoe. Abraços!

Albertha Rodrigues disse...

Parabéns Matheus pelo texto. Adorei ler o seu texto, muito bem escrito com belas palavras. Recordei com os velhos bons tempos que assistimos o program do Silvio Santos com a família.

Continua assim Matheus que você vai longe. Te desejo muito sucesso no seu caminhar.

Que Deus te abençoe hoje e sempre!!

Abraços!!

Matheus Pissolatti disse...

Nossa Regiane, que bacana o seu depoimento...gostei....que bom que o texto fez você aflorar muitas lembranças...ahhaha obrigado pelas palavras....abraço

Matheus Pissolatti disse...

Albertha obrigado pelas palavras...hehe sim sempre me traz boas recordações em família...obrigado por ter lido e muito sucesso pra também...abraço

rimeicompalavras disse...

Você é do tamanho do seu sonho.

Bela matéria.

Abss

Matheus Pissolatti disse...

Tem razão Max...vlw...obrigado por ter lido cara....abraços

Gi disse...

Ahhh Mateus, ficou otimo...acabei d ler, e sei o quanto vc gosta dele, acompanhei um pouco dessa história,hehe.
Torço muito pra q vc encontre ele um dia,quero ver vcs na TV.
Vc já é um ótimo jornalista! Q Deus continue iluminando seus caminhos. bjs bjs

Matheus Pissolatti disse...

Oi Gi...muito obrigado pelas palavras e pela torcida....tem razão, quando trabalhamos juntos já conversávamos disso...como o tempo passa...Deus te ouça..amém...tudo de bom pra vc tb...bjus

Paulo Henrique belinelli disse...

Olá Matheus, finalmente arrumei um tempinho para ler rsrsrsrs
Matéria legal, Silvio realmente é um grande homem de personalidade e opinião que por décadas está no topo por ser tão genial...e ter alguém como inspiração realmente é algo de tamanha importância para vida e para formação de pessoas de bom caráter e costumes, coisas raras nos tempos atuais !
Abraço !

Matheus Pissolatti disse...

Aee que bom que você leu Paulinho...Sim, tudo que SS conquistou se deve ao talento inquestionável e excelente faro para os negócios, admiro-o muito...hahaa Sim, muito bom termos boas referências para nossa vida...isso é cada vez mais raro...abraço

Simone Silverio disse...

Amei tudo que li Matheus!!!Ainda tinha o Boa Noite Cinderela, Roletrando,Qual é a Música com o Pablo...O que sempre muito admiro em SS que todos os quadros por ele criados tem a preocupação com o social, uma conduta de premiar,presentear ajudar o próximo, porém por merecimento.Além claro da sua gargalhada inconfundível e sua alegria contagiante!!!!! Abraços!!!!

Matheus Pissolatti disse...

Que bom que amou Simone...esses programas que você citou são lendários...e realmente o SS tem uma grande preocupação com o social que o torna ainda mais admirável...abraço