terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Caminhar ou Correr?

     
       Seja inverno ou verão, todos querem buscar resultados imediatos no menor tempo possível. Confesso que sempre gostei de andar... Quem me conhece bem, sabe que não estou mentindo! Há alguns meses, deixe-me envolver pela corrida e está sendo uma experiência bem legal. 

      Meu objetivo com este texto não é fazer algo técnico, com dicas nutricionais, fisiológicas ou entrevistar um personal, nada disso. Não que não seja importante, é fundamental, porém existem outros espaços e momentos para este tipo de informação. Quero apenas compartilhar um pouco do que estou vivendo com os leitores do meu blog. 

        É simplesmente contagiante reparar a empolgação das pessoas em diversos pontos da cidade no início da manhã e no final da tarde. Gente de toda a idade caminhando, correndo ou andando de bicicleta, suando a camisa literalmente. Sem dúvidas, isso nos motiva e nos faz ir em busca de melhores resultados. 

     Da caminhada para começar a correr foi um pulinho. No entanto, é preciso persistência e determinação até ganhar condicionamento físico, em outras palavras, fôlego para deixar a preguiça de lado e encarar o desafio. Devagar estou melhorando o tempo e a distância percorrida. 

     
      Não que não seja uma atividade que você possa fazer sozinho, mas quando se tem companhia é muito melhor, até mesmo para ajudar a manter a motivação e o compromisso de ser persistente. Para ilustrar este texto escolhi fotos de algumas caminhadas ou corridas marcantes. 

      A foto principal da matéria é de uma caminhada que fizemos no final do ano passado na zona rural, onde percorremos 15 km (ida e volta) em 2h30. Em um caminho com muitas pedras, subidas e descidas em terreno instável. A segunda foi no Rio de Janeiro, encaramos 16 km (ida e volta) debaixo de um sol escaldante e com uma vigília [dormimos na areia] na Praia de Copacabana entre as duas caminhadas.

Confira dicas para atividades físicas no video abaixo




      A terceira é da distância mais longa que acredito que percorri em um só dia. Os cerca de 30 km até Três Pontas no dia de Pe. Victor. E a quarta da tradicional corrida no alto da Cemig. Espero poder em breve partilhar experiências de distâncias maiores com vocês por aqui. A bola da vez não é mais me convidar para festa, me convide para caminhar ou correr...Haha todos nós sairemos ganhando!


Assista a um vídeo excelente




      Leia também:  Sobre a Arte de Fotografar

                             Como sobreviver ao horário de verão?




2 comentários:

Simone Silverio disse...

Matheus, adoro!!!!Caminhar ou correr,ambos é tudo de bom.Condicionamento físico,mental, motivação é o que não falta.Assim logo,logo vou fazer a inscrição de vocês na São Silvestre viu!!!!Continue assim vivendo e curtindo a vida com disposição e qualidade sempre!!!!

Matheus Pissolatti disse...

ahhaha ainda falta muito pra aguentar uma maratona como a São Silvestre...hehe mas estou gostando muito do desafio e de melhorar o condicionamento físico....