quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Cachoeira do Moinho em Baependi



      O que esperar da primeira quarta-feira do ano? Talvez nada, se não fosse um dia de folga em pleno verão e se não tivéssemos uma turma animada de amigos [Pe. Jean, Vinny, Marcely, Sueli, Rodrigo e Beatriz] em um lugar com natureza tão exuberante quanto em Baependi, no Sul de Minas Gerais. A cidade possui um vasto complexo de cachoeiras e a do Moinho, foi a escolhida para curtirmos o dia 06 de janeiro.

      O acesso à cachoeira é rápido e bem sinalizado. Gastam-se cerca de trinta minutos de carro, do centro até o local por estrada de terra. Diversas famílias e turmas de amigos desfrutavam desse pequeno paraíso na hora em que chegamos. O que atrai pessoas é o fato de haver muitas piscinas naturais e as quedas são pequenas [ótimas para quem não sabe nadar].

       A primeira tarefa foi montar a nossa estrutura na sombra de uma árvore e preparar um churrasco. Com criatividade e jogo de cintura, a turma conseguiu acender o fogo sem precisar de álcool [só para os fortes, haha] e preparar deliciosas carnes. Em seguida, experimentamos as refrescantes águas [maior parte são rasas] do lugar. 

      Foi um dia tranquilo, mas ao mesmo tempo extremamente divertido. Seja pelas brincadeiras com colchão inflável, pelo espetáculo dos cavalos que em vários momentos desciam o morro para beber água, pelas piadinhas sem fim da turma [algumas foram até engraçadas haha], pelas canções do Vinny animando nossa tarde e pela caça de lugares estratégicos da cachoeira onde formam-se o que apelidamos de “ofurôs naturais”.  Porém, o ponto alto do passeio estava por vir...
    
     Descobrimos um lugar, alguns metros acima de onde estávamos, em que era possível entrar na água e ficando parados, alguns peixinhos vinham “nos conhecer” cutucando pernas e pés. Optamos em ir por terra [acesso por morro em desnível, grau médio de dificuldade] mas valeu a pena. Foi uma experiência inusitada e ao mesmo tempo engraçada, impossível não rir a cada “investida” do pequeno cardume.


      Enfim, recomendo visitar não só a Cachoeira do Moinho como também as inúmeras outras que Baependi tem pra oferecer, vale muito a pena! Todas muito bem preservadas e limpas.

Confira um vídeo sobre as cachoeiras de Baependi



4 comentários:

Unknown disse...

Foi maravilhoso poder passar esta tarde com vocês. Nos divertimos, cantamos, nadamos, desbravamos, sempre com as mais criativas e inusitadas piadas proferidas por mim ou por este blogueiro que vos fala. Grato por cada segundo naquele local. Aguardando a próxima aventura.

Matheus Pissolatti disse...

Vinny foi massa demais cara...precisamos repetir a dose em outras oportunidades...valeu mano!

Simone Silverio disse...

Matheus acho bom você ir desbravando estes paraísos tão próximos e postando assim para nós, seus amigos do peito!!!!É o momento de ver,desfrutar,divertir e agradecer á DEUS por tantas maravilhas que ELE nos presenteia, encanta aos olhos,embebeda o coração de alegrias é reconhecer o quanto o amor de DEUS por nós é grande não é mesmo!!!!!Momentos como estes não tem preço!!!

Matheus Pissolatti disse...

Faço questão de compartilhar com meus fiéis amigos que sempre acompanham o Blog...Sim momentos como estes são inexplicáveis...fazem a vida valer a pena demais....bjus obrigado por ler...