terça-feira, 29 de setembro de 2015

Sobre Animais de Estimação

       
        Há muito tempo tinha vontade de escrever sobre animais de estimação, mesmo que minha experiência nesse assunto se resuma a dezenas de peixinhos na adolescência (risos)... Porém, por ser um tema que mexe com o emocional de muita gente, não poderia faltar no meu blog. Não argumentarei sobre os tipos de rações, a importância da vacinação ou até mesmo conscientizar sobre a necessidade de se cuidar bem e evitar os maus tratos. Tudo isso é importante, mas não é meu objetivo dessa vez...Quero apenas partilhar pensamentos, ou melhor, analisar sentimentos. 
       Como é interessante observar o carinho das pessoas com os seus animais. Tive aquário por mais de uma década e sei exatamente como a gente se apega... E a história se repete com donos de gatos, cachorros, tartarugas, calopsitas, hamsters e muitos outros. Obviamente, cada um escolhe o tipo de pet que lhe agrada [importante respeitar a opinião alheia]. 

      Eu, por exemplo, me simpatizo mais com os cachorros. Mesmo que ainda não tenha tido a oportunidade de ter um pra chamar de meu [a que ilustra a matéria se chama “Pirulita” e pertence à minha irmã], gosto de observar a satisfação das pessoas com seus animais e como elas se comportam quando estão na companhia deles.
     
      Em algumas casas, os pets são tratados como membros da família [geralmente gatos, poodles, pugs, pinschers, etc], em outras, ajudam a proteger o patrimônio [raças maiores que ficam no quintal como pitbull e pastor alemão], existem ainda lares em que os bichos servem não só como companhia, mas também como diversão [labrador é um dos mais brincalhões]. É engraçado ver todo tipo de gente, de variadas classes sociais e diversas faixas etárias se rendendo aos encantos dos animais. Correm, brincam, mudam de voz para “conversar” com eles, ou até mesmo ficam bravas quando alguma visita não os trata da forma que gostariam. 
          Enfim, poderia ficar linhas e mais linhas escrevendo sobre este assunto, mas minha intenção foi apenas provocar uma reflexão sobre a importância dos animais em nossa vida. É positivo, alivia o estresse, nos deixa mais carinhosos, além de dar mais vivacidade, alegria e frescor aos nossos dias. Não perca tempo, adote já o seu!

Confira curiosidades sobre Adestramento 



       Leia também: As Lições de Marley

                              Que tal ter uma horta em casa?

8 comentários:

mirela vilela disse...

Ótima matéria.... Assim como todas as outras.

Matheus Pissolatti disse...

Que bom que você gostou...

Simone Silverio disse...

Explicou bem sua matéria amigo.O problema é quando as pessoas colocam os animais em um patamar acima das pessoas, um cuidado exagerado a ponto que tudo o que for ao animal estar em primeiro lugar.

Matheus Pissolatti disse...

Ótima observação Simone...sempre bom reforçarmos isso...pessoas são pessoas, animais são animais...cada um no seu devido lugar e patamar...

Paulo Henrique belinelli disse...

Animais são seres que vieram para nos alegrar em um patamar mais elevado de amor, aprendemos muito quando temos um em casa, aprendemos a observar o seu dia á dia e o seu instinto selvagem que ainda vive com eles, mesmo que cada seja dócil o bastante ! Já tive cães e gatos, desde criança vivo cercado desses bichinhos, Amo demais, Hoje em dia tenho dois gatinhos Pandora e Tom, são como filhos para mim ! Muito bacana a matéria, e ame os animais !

Matheus Pissolatti disse...

Legal sua experiência Paulinho, muito bom dedicarmos um amor especial a esses seres...Vlw por ter lido...abraço

cris moreira disse...

Adotar é sempre melhor!

Matheus Pissolatti disse...

Com toda a certeza...a Pirulita é adotada também...hehe