sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Porto Seguro, Arraial D’Ajuda e Trancoso, pérolas da Bahia


      O Brasil começou ali, naquele pedaço de terra com paisagens deslumbrantes! Sempre tive vontade de conhecer a Bahia e confesso, não me arrependi. Povo hospitaleiro e educado que não mede esforços para aproveitarmos ao máximo nossa estadia por lá. Por onde íamos, conversávamos, fazíamos amizades, descobríamos informações e dicas...Tudo de maneira informal, leve e jovial! Viajei com quatro amigos [Isabele, Douglas, Lucas e Pollianna] e nos divertimos à beça. 
       Nosso primeiro passeio foi na manhã da sexta-feira, dia 04 de setembro de 2015, pelo Centro Histórico de Porto Seguro-BA, primeiro núcleo habitacional do Brasil. Assistimos apresentações de Capoeira e Maculelê, degustamos um pouco de cacau e um delicioso chocolate natural, conhecemos um pouco das ervas medicinais e artesanatos dos índios e os que apreciam, experimentaram água de coco e acarajé.

   Visitamos a Igreja Matriz Nossa Senhora da Pena, padroeira da cidade. Por sinal, estava acontecendo uma grande festa externa em razão das comemorações do seu dia [08 de setembro] com barracas de todo o tipo e produtos diversos. Passamos também pelo Marco do Descobrimento, trazido de Portugal por Gonçalo Coelho, em 1503. A obra fica protegida por uma redoma de vidro, tendo como plano de fundo, uma estonteante vista para o mar [foto acima]. 

     Do centro histórico fomos para a Praia de Taperapuan, no complexo Tôa Tôa, onde desfrutamos das águas quentinhas do mar do Nordeste brasileiro, além de muita dança com aulas de axé e gente de várias partes do mundo. Em Porto Seguro, aproveitamos todas as noites para dar um giro pela Passarela do Descobrimento (Passarela do Álcool) que é o point noturno onde se concentram os melhores bares, restaurantes, lojas, shoppings e outras atrações que incrementaram nossa viagem. Destaque ao jogo de boliche [ganhei e sem roubar hehe], um delicioso sorvete natural e a noite das massas... 

  As atrações de Arraial D’Ajuda 
       
        Dois dias inteiros de nossa estadia na Bahia foram dedicados a este distrito. O acesso é feito por uma balsa, com uma tranquila travessia pelo Rio Buranhém. No sábado, a adrenalina tomou conta em nossa visita ao Eco Parque Arraial D’Ajuda. Em meio a Mata Atlântica, um super parque aquático nos garantiu horas inesquecíveis de lazer e entretenimento. Recomendo! Vale a pena mergulhar de cabeça em quase todos os brinquedos (risos), em alguns, é necessário ter coragem e desprendimento. 

     Os toboáguas são de tirar o fôlego! Vários vídeos, que registraram para a posteridade os momentos de fraqueza e medo de certos integrantes da turma [prefiro me abster de comentários, haha], foram gravados. Tem ainda tirolesa, arvorismo, escalada, rapel, rio com correnteza [extremamente relaxante] e piscina de ondas [foto abaixo], na opinião de todos a melhor atração do parque. Incrível! 
         
      No domingo, nos deslumbramos com o cenário proporcionado pela Praia Pitinga e suas famosas falésias [paredões íngremes encontrados no litoral, desenhados pela ação do mar]. Foi a praia que mais gostamos e nos divertimos [foto que ilustra este subtítulo]. 

       À tarde, visitamos as lojinhas do centro do vilarejo e a Igreja Nossa Senhora da Ajuda, cuja beleza se encontra em sua simplicidade e particularidades. Não podemos deixar de mencionar a maravilhosa visão panorâmica do mar aos fundos da Igreja, onde também turistas fazem o seu pedido e amarram as tradicionais fitinhas na grade [foto abaixo] 

Do Quadrado às Praias de Trancoso 

       Devido à fama internacional, a visita a Trancoso era um dos dias mais aguardados por nossa turma. No feriado de 07 de setembro, embarcamos em um ônibus de uma agência de viagens, com um guia monitorando o passeio. Durante o percurso de cerca de uma hora e meia, o profissional nos contextualizou sobre a região e as principais riquezas da terra. Destaque às plantações de mamão papaia e a vegetação deslumbrante que nos acompanhou o tempo inteiro.
   
     Fizemos uma parada estratégica no distrito rural de Vale Verde, onde experimentamos as famosas cocadas baianas. A estrada é bem sinuosa, mas nos garantiu ótimas visões, até paramos para resgatar um bicho-preguiça que estava atravessando o asfalto!

     Chegando lá, nos dirigimos ao Quadrado, que é o centro do vilarejo, emoldurado por casinhas coloridas, um campo de futebol no meio e uma Igreja ao fundo. O guia nos contou que não há iluminação pública naquele local [apenas no Quadrado, foto acima] e que a noite, tudo fica à luz de velas ou lampiões...
     Em poucos minutos estávamos na Praia dos Coqueiros, onde nos divertimos por várias horas. No entanto, o ponto alto daquela segunda-feira rolou na Praia dos Nativos, que fica a poucos metros. O Rio Trancoso desagua ali formando uma lagoa. As águas são convidativas e extremamente refrescantes [foto acima]. É possível relaxar, meditar e principalmente aliviar o estresse naquele local, sem dúvidas um presente de Deus...

     Enfim, sabemos que existem outros excelentes passeios para serem feitos na região de Porto Seguro. Precisaríamos de vários dias para apreciarmos cada detalhe daquela natureza exuberante. Mesmo assim, foi excepcional!  O suficiente para nos encantarmos! Espero ter a oportunidade de voltar outras vezes para a Bahia, foi paixão à primeira vista. 

                                   De repente o freio acaba na Serra de Ubatuba

6 comentários:

Cassiano Figueiredo dos Santos disse...

Uuuuh que saudade de sentir esse tempo de praia, tomar uma com os amigos e jogar aquele futebol. Nostalgia nessas fotos, nos costumes haha

Matheus Pissolatti disse...

Você está em outras paisagens agora...mas confesso, esse litoral do Nordeste é realmente fantástico...muito bom mesmo...obrigado por ter lido....

Diego Lello Faria disse...

Realmente Meu amigo ! Precisa de vários dias pra conhecer todo o litoral, paisagens , monumentos históricos de porto seguro e a região em volta ! Muito bacana seu depoimento. Confesso que não conheci ai algumas coisas que você citou. Mais me fez lembrar da viagem que fiz ! Parabéns.

Matheus Pissolatti disse...

Opa Diego, sim com ctz lá é um lugar para se ficar para poder conhecer cada detalhe...que bom que o texto fez aflorar boas lembranças pra vc...grande abraço...Acesse sempre...

Simone Silverio disse...

Nossa tive uma verdadeira aula de História e Geografia agora colega!!!!Maravilha!!! E tem tantas pessoas que valorizam o exterior com tanta beleza aqui no Brasil pra ser aproveitada, curtida!!!!Amei!!!

Matheus Pissolatti disse...

Exatamente Simone, o Brasil pode nos oferecer excelentes opções de passeio, só sabermos explorar...muito bom mesmo...já tenho saudades de la...hehehe