quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Como sobreviver ao horário de verão?

      
         Desde o último domingo o assunto dominou as redes sociais e as rodas de conversa. Sim, o horário de verão chegou com tudo! Admito que por mais que saibamos que todo ano tem, nunca estamos preparados, ou melhor, é algo biológico e leva um tempo para que nos acostumemos. Segundo pesquisas, o corpo humano leva 14 dias para se adaptar. 

      Enquanto isso não acontece, é preciso tentar conviver da melhor forma possível com esta realidade. Confesso que este ano está mais complicado devido a forte onda de calor dos últimos dias. Está difícil para conseguir pegar no sono a noite. Resumindo, dormimos cada vez mais tarde e o horário para acordar não muda, o resultado já dá pra imaginar. Pessoas de mau humor, com paciência curta e cada vez mais rabugentas. 
         Por isso, pensei em algumas dicas práticas para tentar “sobreviver” ao horário de verão: Beber bastante líquido, evitar o sol das 10h às 16h, usar protetor solar, fazer uma caminhada no final da tarde [foto da matéria], se refrescar numa piscina, cachoeira, etc. São as recomendações mais indicadas e já estamos carecas de saber, no entanto, para que o meu texto tenha um diferencial, pensei em uma única dica, mais eficaz, que talvez resolva ou pelo menos minimize quase tudo que apontei até o momento; acessível a qualquer pessoa, em qualquer horário ou dia da semana: Reclame Menos. 

       Sim, quanto menos reclamarmos, menos atenção daremos ao fato e devagar as coisas se ajeitarão. Talvez o mais chato disso tudo seja justamente a reclamação sem fim das pessoas. Não estou falando que não reclamo, reclamo sim, todos nós temos nossas fraquezas. Porém, se dermos MENOS destaque ao tema em nossas vidas, talvez consigamos dedicar a outras coisas mais úteis, haha, visto que o horário está em vigor e não mudará. 

         Não fique bravo comigo, aliás, provavelmente você dormiu pouco a noite passada, não vou te julgar (risos). Mas fica a dica: Experimente! Tenho certeza que ao menos dará uma aliviada. Acredite!


          Leia também: Caminhar ou Correr?

                                 Primeira impressões Shopping de Varginha

                                  

4 comentários:

Anderson Alfredo Craveiro disse...

Não só para o horário de verão, mas pra tudo na vida... Já que tem que ser feito, que faça com alegria... Já que temos que passar pelo horário de verão, que seja com felicidade e animação.. Acredito que assim os efeitos não serão sentidos...

Matheus Pissolatti disse...

Exatamente cara, sem mimimi hahaha senão não vai...muito complicado...obrigado pela leitura

Simone Silverio disse...

kkkkkkkk Amei o texto amigo!!!!!Exatamente, se não tem como mudar também nada vai ajudar reclamar.É procurar se adaptar, relaxar e aproveitar o que der para ser aproveitado!!!!!O povo brasileiro é muito criativo para não encontrar boas alternativas para este Horário de Verão!!!!!

Matheus Pissolatti disse...

O caminho é exatamente esse viu...reclamando menos dá até pra gente relaxar um pouco e desfrutar dos pontos positivos...